O que é ERP? (Parte 3)

Encerrando a série O que é ERP?, nesta terceira e última parte vamos falar um pouco sobre como escolher e algumas vantagens versus problemas que poderão ocorrer durante o processo de implantação de um sistema.

Como Escolher?

Como falamos anteriormente, sistemas ERP são investimentos sérios e precisam ser feitos com cuidado. Como escolher uma solução com tantas opções no mercado? Como saber qual a melhor escolha? Considerar apenas o preço é o suficiente? Não existe uma fórmula certa que sirva para todas as empresas, mas há algumas dicas que podem auxiliar na decisão final.

Para começar, é necessário entender quais são as necessidades da empresa com um sistema ERP para saber quais as prioridades. Para tal, pode ser necessário realizar algumas reuniões com funcionários que exerçam funções cruciais e gerentes de setores.

Levado em consideração as dicas acima, fica mais fácil analisar as soluções oferecidas por fornecedores de ERP. A partir de agora, é necessário avaliar as propostas feitas por cada empresa para identificar qual pode oferecer a melhor solução para as necessidades encontradas. Outro ponto interessante é saber qual o tempo de experiência da empresa escolhida para o ramo de atuação da companhia.

Como os sistemas ERP precisam ser customizados para cada empresa, é importante saber também quais são as tecnologias que o fornecedor disponibiliza para as soluções. Com isso, é possível ter uma noção melhor dos custos com atualizações, servidores, treinamentos, entre outros.

O preço também é um aspecto importante a ser considerado, mas a solução mais em conta pode não ser a melhor opção. Como mencionado anteriormente, há varias formas de licenciamento, sendo necessário analisar qual é a mais adequada. Deve-se considerar também gastos com um plano de suporte e manutenção, implementação, infraestrutura e treinamento.

Uma ótima dica também é conversar com outras companhias que já utilizam soluções de fornecedores que apresentaram propostas à sua empresa, mas é importante frisar que se um sistema ERP deu certo em uma determinada companhia, não significa que terá o mesmo êxito em sua. Lembre-se que cada negócio é único e requer soluções apropriadas.

Vantagens versus Problemas

Como já foi informado várias vezes, um sistema ERP pode apresentar um diferencial significativo no cotidiano das empresas, no entanto, deve-se observar que esse tipo de software não resolverá todos os problemas da companhia, afinal, não há fórmula mágica. Vejamos algumas vantagens que o sistema pode apresentar, tendo em vista que a análise depende dos objetivos da empresa:

  • Facilitar a comunicação entre departamentos e agilizar os processos entre eles;
  • Diminuição de erros a partir da automação de cálculos e regras;
  • Obtenção e análise de dados para ajuda na tomada de decisões com a consequente elaboração de estratégias;
  • Simulação de cenários para análise;
  • Melhoria no tempo e custo de produção;
  • Melhoria no atendimento a clientes;
  • Fornece agilidade na adaptação da empresa em novos cenários.

Como nem tudo são flores, vejamos também alguns possíveis problemas que devem ser levados em consideração no processo de escolha e implantação:

  • Valor elevado para a adequação e implantação do sistema;
  • Necessidade excessiva de configurações podem resultar em uma demora maior para que o sistema entre em operação. Isso representa um aumento nos seus custos com o sistema e na maior possibilidade de erros ou problemas de desempenho;
  • Deve-se levar em consideração a necessidade excessiva de módulos que tornarão o sistema bem como o seu uso e manutenção, extremamente complexos (e caros);
  • Indisponibilidade de serviço. Deve-se pensar em sistemas de recuperação e velocidade para recomposição;
  • A “saída da zona de conforto” e a “resistência ao novo” são problemas comuns durante a implantação de qualquer sistema, sem contar que muitas vezes a implantação de um sistema dessa natureza exige mudanças em determinados aspectos da cultura interna da empresa. Deverá haver, antes de tudo, disposição para que essas mudanças possam ocorrer.

Tendo conhecimento de como os sistemas ERP podem ajudar no dia a dia de sua empresa e quais cuidados devemos tomar, esperamos ter colaborado para que você faça a melhor escolha na hora de decidir por um fornecedor de software.

Faça parte da família Base4. Fale com nossos consultores e conheça nossas soluções.

But it is a solid solution. The next suggestion is the Cisco Press CCNA study guide. This is a more expensive solution and is written in technical terms and probably does not explain some of the concepts as clearly as the Sybex Guide.
http://www.passexamway.com/
We are providing the helping material in two ways which are • PDF • Practice Test Software PDF Exam – the first technique expected of applicants to prepare for CCNA Routing and Switching 200-125 Cisco Certified Network Associate, are hand notes that consist of full, comprehensive information about every CCNA Routing and Switching 200-125 Cisco Certified Network Associate area.
300-115
A candidate being able to correctly answer all of the questions encompassed in Cisco 200-125 dump is very likely to pass the exam with flying colors, so if I were you, I would jump at the chance to get a high score. 
210-260 vce
It is written in layman’s terms for very green students and it the cheapest solution. However I have found that it does not go as in-depth to some topics as I might like.
200-125
Bryant Advantage. The Bryant Advantage probably has the most comprehensive study package that is well written using lots of analogies so it can be understood easily by new CCNA students as well as seasoned Cisco professionals. It is on par with the Cisco Press as far as price and another nice benefit is he also has a lab workbook too. We also sell the Bryant Advantage CCNA Lab Hardware Topology to compliment his lab workbook so you can follow through all the labs step by step.
cisco
Most CCNA study guides are about 800 pages so there are lots of concepts and nuisances that are covered and we highly recommend you purchase a CCNA study guide to assist you in your self study efforts.

0

Sobre o autor:

Autodidata em eletrônica e programação de computadores desde 1981, participa da engenharia, e projeto de sistemas de automação de varejo desde 2001. Possui licenciatura em Matemática pelo IMES-Catanduva.
  Artigos Relacionados

Adicionar um comentário